Sobre a Cidade

A história de Poços de Caldas começou a ser escrita a partir da descoberta de suas primeiras fontes e nascentes, no século XVII. As águas raras e com poder de cura foram responsáveis pela prosperidade da cidade quando as terras começaram a ser ocupadas por ex-garimpeiros, que passaram a se dedicar à criação de gado.

Na época, 1818, a região onde hoje se situa Poços de Caldas pertencia ao capitão José Bernardes Junqueira. Quando o Senador Joaquim Floriano Godoy declarou de utilidade pública os terrenos junto aos poços de água sulfurosa, determinou também a desapropriação do local. O próprio capitão se encarregou de doar 96 hectares de suas terras para a fundação da cidade. O ato foi assinado no dia 6 de novembro de 1872, data em que se comemora o aniversário de Poços de Caldas.

Desde 1886 funcionava na cidade uma casa de banho, utilizada para tratamento de doenças cutâneas. Ela se servia da água sulfurosa e termal da Fonte dos Macacos. Em 1889 foi fundado, por Pedro Sanches, outro estabelecimento para o mesmo fim, captando água da Fonte Pedro Botelho. Ali, a água sulfurosa subia até os depósitos por pressão natural. O balneário não existe mais. Em seu lugar foram construídas, no final dos anos 20, as Thermas Antônio Carlos, um dos mais belos prédios da cidade. Em outubro de 1886, Poços recebeu o Imperador Dom Pedro II. Ele veio acompanhado da imperatriz Tereza Cristina, para a inauguração de um ramal da Estrada de Ferro Mojiana.

Três anos depois, a cidade foi desmembrada do distrito de Caldas e elevada à categoria de vila e município. Seu nome tem relação com a história da família real portuguesa. Na época em que foram descobertos os poços de água sulfurosa e térmica, a cidade de Caldas da Rainha, em Portugal, já era uma importante terma utilizada para tratamentos e muito frequentada pela família real.

Foto Antiga de Poços

Foto: Acervo Prof. Antônio Carlos Loretti

Como as fontes eram poços utilizados por animais, veio o nome Poços de Caldas. Na década de 40, era dos cassinos, Poços recebia a visita da aristocracia brasileira, que passou a frequentar os salões do Palace Casino e do Palace Hotel. O presidente Getúlio Vargas tinha uma suíte especial no hotel, com a mesma decoração da que ele usava no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, então capital do país. O quarto ainda hoje preserva os móveis e o estilo da época.

Entre os políticos, o interventor de Minas Gerais durante o Estado Novo, Benedito Valadares, e o presidente Juscelino Kubitschek, entre outros, foram também presenças constantes. A proibição do jogo, em 1946, e a descoberta do antibiótico tiveram forte impacto para o turismo na cidade. O termalismo deixou de ser a maneira mais eficaz de tratar as doenças para as quais era indicado e os cassinos foram fechados.

A economia de Poços sofreu um grande abalo, mas a fase ruim foi superada com a mudança de foco no turismo. A classe média e grandes grupos passaram a frequentar as termas, a visitar as fontes e outros pontos de atração da cidade. Além disso, a cidade abrigou várias
indústrias, impulsionando a economia.

 

The story of Poços de Caldas began to be written from the discovery of its first fountains and springs, in the seventeenth century. The rare and healing waters were responsible for the prosperity of the city where the land began to be occupied by ex-miners, who began to devote themselves to raising cattle. At the time, in 1818, the region where Poços de Caldas lies today belonged to Captain José Bernardes Junqueira. When Senator Joaquim Floriano Godoy declared the land along the sulphurous water wells open to the public, he also demanded the expropriation of the site. The captain himself donated 96 acres of his land to the city’s founding. The act was signed on November 6, 1872, the date that marks the anniversary of Poços de Caldas.

 

Since 1886 an establishment for baths worked in the city, used for treating skin diseases. It made use of the sulphurous thermal water of the Fountain of the Apes. Another propety was founded in 1889 by Pedro Sanches for the same purpose, capturing water from the Pedro Botelho Fountain. There, the sulphurous water rose to deposits by natural pressure. The resort no longer exists. The Antônio Carlos Thermas was built in its place in the late 20’s one of the most beautiful buildings in the city.

 

In October 1886, Poços received the Emperor Dom Pedro II. He was accompanied by the Empress Teresa Cristina, for the opening of an extension of the Railroad Mojiana. Three years later, the city was segregated from the district of Caldas and elevated to the category of town and municipality. Its name is related to the history of the Portuguese royal family. At the time the sulphurous thermal water wells were discovered, the town of Caldas da Rainha, Portugal, was already an important thermal facility used for treatments and much visited by the royal family. Caldas has the oldest operational thermal hospital in the world since the sixteenth century. As the sources were wells used by animals, the name Poços de Caldas came to life. In the 40s, a time when casinos were common, Poços received the visit of Brazilian aristocracy, who went on to attend the halls of the Palace Casino and the Palace Hotel. President Getúlio Vargas had a special suite in the hotel with the same decoration he had in the Presidential Palace, in Rio de Janeiro, the capital of the country at the time. The room preserves the furniture and style of the time up to this day. But one of the biggest attractions of the hotel remains a heated pool, built in a sumptuous hall supported by columns of Carrara marble.

 

Among the artists who have gone through the Palace Casino in that golden era are Silvio Caldas, Carmen Miranda, Orlando Silva and Carlos Gallardo. Illustrious characters as Rui Barbosa, Santos Dumont, the poet Olavo Bilac and novelist João do Rio were also in Pocos de Caldas. Among politicians, the trustee of Minas Gerais during the Estado Novo, Benedito Valadares and President Juscelino Kubitschek, among others, were also constant presences. The ban on gambling in 1946 and the discovery of antibiotics had a strong impact on tourism in the city. The Hydrotherapy was no longer the most effective way to treat the diseases for which it was prescribed. And the casinos were closed. The economy of Poços suffered a great shock, but the bad phase has been overcome with the change of focus on tourism. The middle class and large groups started attending the spa, visit the sources and other points of attraction in the city. In addition, the city housed various industries, promoting the economy.

 

 

 

 

Foto: Acervo Décio de Morais

Foto: Acervo Décio de Morais

Fonte: Prefeitura Municipal de Poços de Caldas

Sobre Poços de Caldas

About Poços de Caldas

 

Bela, saudável, segura, acolhedora, moderna e completa. E isso é só o começo. Ao conhecer Poços de Caldas, você verá que motivos não faltam para escolher a cidade que encanta há muitas gerações e que se reinventa a cada dia. Localizada no sul de Minas Gerais, é o principal município da região Sul/Sudoeste do Estado. É privilegiada já na sua localização: São Paulo é logo ali, a apenas 260 km de distância. Rio de Janeiro fica a 470 km, e Belo Horizonte a 460 km. E Campinas, que tem um dos melhores aeroportos do Brasil, fica a apenas 170 km. Possui um dos mais baixos índices de criminalidade do estado: é a segunda cidade com mais de 100.000 habitantes mais segura de Minas.

It is beautiful, healthy, safe, cozy, modern, complete. And that’s just the beginning. By knowing Poços de Caldas, you will see that there are many reasons to choose a city that delights for many generations and reinvents itself every day. Located in the south of Minas Gerais, it is the main town in the South / Southwest region. It is a prime location: São Paulo is right there, just 260 km away. Rio de Janeiro is 470 km away, and Belo Horizonte 460 km away. And Campinas, which has one of the best airports in Brazil, is only 170 km away. It has one of the lowest crime rates in the state: it is the second safest city with over 100,000 inhabitants in Minas Gerais.

Por Adinan Nogueira e Christian Lago dos Reis (adaptado)

O Clima

The Climate

Parque Municipal

Foto: Acervo Poços CVB – João Ferreira

O clima é agradável, mesotérmico, com invernos secos e verões brandos. O inverno, de abril a setembro, tem temperatura média de 15º C e total de chuvas de 315 mm. O verão, de outubro a março, tem temperatura média de 21º C e precipitações de 1430 mm. O índice pluviométrico anual é de 1745 mm e a temperatura média anual de 17º C. A temperatura mínima já chegou a -6º C e máxima fica em torno de 31,7º C.
A floresta tropical é de pouca densidade e permite boa entrada de luz solar, o que favorece o crescimento de vegetação arbustiva e herbácea. Por causa da altitude há pinheiros (araucaria angustifolia) em pequenos agrupamentos ou isolados na mata. Partes das reservas próximas estão cobertas por este tipo de floresta.

The climate is pleasant, mesothermal with dry winters and mild summers. The winter, from April to September, has an average temperature of 15ºC and total rainfall of 315 mm. The summer, from October to March, has an average temperature of 21ºC and rainfall of 1430 mm. Annual rainfall is 1745 mm and the average annual temperature of 17ºC. The minimum temperature has reached -6 ° C and maximum is around 31.7ºC.
The rainforest has low density and allows good entry of sunlight, which favors the growth of shrubs and herbaceous vegetation. Because of the altitude there are pines (Araucaria Angustifolia) in small groups or isolated in the woods. A portion of the reserves nearby are covered by this type of forest.

Aspectos Geograficos

Geographical Aspects

 

Aspectos Geográficos

Foto: Acervo Poços CVB – João Ferreira

Área Urbana: 91 Km2

Urban Area: 91 Km2

Área Rural: 456 Km2

Rural Area: 456 Km2

Área Total do Município: 547,26 Km2

Total Area of Town: 547,26 Km2

Altitude: 1.186 metros

Altitude: 1.186 meters

Altitude máxima: 1.686 metros (Cristo Redentor)

Maximum altitude: 1.686 meterss (Christ the Redeemer)

População

Population

População

Foto: Acervo Poços CVB – João Ferreira

População Geral: 152.435

General Population: 161.025t inhabitants

População urbana: 148.722

Urban Population: 148.722 inhabitants

População rural: 3.713

Rural Population: 3.713 inhabitants

IDH: 0,779

IDH: 0.779

População estimada em 2013* 161.025

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Poços de Caldas está acima da média nacional, que é de 0,727, e do Estado de Minas Gerais: 0,731.

The Human Development Index (HDI) of Poços de Caldas is above the national average, which is 0.727, and the State of Minas Gerais: 0,719.

(Fontes: *PNUD – Atlas Brasil 2013 – IBGE 2013)

(Source: IBGE, 2010 Census and PNUD – 2013)

Dados Socioeconômicos

Socioeconomic Data

Foto: João Ferreira

Foto: João Ferreira

Economia

Poços de Caldas caracteriza-se como “Capital Regional” em função da centralidade que a cidade desempenha sobre outros municípios da região no processo de distribuição de bens e serviços. Dessa forma, Poços de Caldas polariza diretamente outras 23 pequenas cidades no entorno.

Economy
Poços de Caldas characterized as “Regional Capital” due to the central role that the city plays among other municipalities in the region in the process of distribution of goods and services. Thus, Poços de Caldas polarizes directly 23 other small towns around it.

Educação

A cidade oferece excelentes instituições de ensino que vão desde a educação infantil até o ensino superior. Na educação infantil são 38 instituições municipais e cinco particulares. Já no ensino fundamental e médio, a cidade oferece 47 escolas entre municipais, estaduais e particulares. Possui excelente estrutura acadêmica, com várias instituições de ensino superior de qualidade.

Education
The city offers excellent educational institutions ranging from kindergarten to higher education. For early childhood education, there are 38 municipal institutions and five private ones. For elementary and secondary education, the city offers 47 schools between municipal, state and private. It has excellent academic structure, with several institutions of higher education quality.

Saúde

Alguns indicadores demonstram que a cidade está próxima de atingir o nível ideal, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Poços de Caldas conta com sete hospitais, sendo quatro públicos, além de uma unidade de pronto-atendimento. O Sistema Municipal de Saúde está atualmente estruturado para oferecer programas específicos voltados à saúde preventiva e curativa, dirigidos às várias faixas e grupos distintos, como gestantes, diabéticos, hipertensos, saúde mental, aids e saúde bucal.

Health
Some indicators show that the city is close to achieving the optimum level, according to the World Health Organization, Poços de Caldas has seven hospitals, four public, and a unit for emergency care.
The Municipal Health System is currently structured to provide specific programs aimed at preventive and curative health, aimed at various age groups and different groups, such as pregnant women, diabetics, hypertension, mental health, AIDS and oral health.

Fonte: Prefeitura Municipal de Poços de Caldas
Tradução: Wizard Idiomas

Comentarios está fechado.

Redes Sociais

Twitter

Parceiros