1983: o primeiro EP solo do rapper mineiro Mb2


Nessa quarta-feira, dia 1º de julho, chega às plataformas digitais o EP “1983”, do rapper mineiro Mb2. Com 7 faixas, que vão do original boom bap, passando pelo jazz, funksoul, samba e o contemporâneo trap, o EP reúne participações de Nega Gizza, Faustinho Beats, DJ Piá, Mununu e Tamara Franklin.


O EP marca também o primeiro lançamento da carreira solo do músico. No rap desde os anos 2000, Mb2 já dividiu o palco com Racionais MC’s, MV Bill, Criolo e banda K2. É um dos fundadores do grupo UClanos, que chegou aos palcos do maior festival de Rap da América Latina, o Prêmio Hutúz, e do programa Astros do SBT, em que foram finalistas, além de lançar dois álbuns autorais. Com toda essa trajetória, conquistou, junto ao grupo, respeito e admiração do público e da mídia especializada. 


Depois de 20 anos de conquistas e vitórias na cena do rap do Sul de Minas, Mb2 está longe de parar. Bebeto Moraes, ou Mb2, além de rapper é roteirista e empresário de sua própria marca de vestuário, a “Interiô”. Em 2012, escreveu o roteiro do videoclipe do single AfroSoul, que contou com a participação do dançarino e precursor da cultura hip-hop no Brasil, Nelson Triunfo, o Nelsão, e também da prestigiada bailarina Vanessa Pimmy. Em roteiros escritos também para clipes de samba, já trabalhou com atores como Darlan Cunha, conhecido como o Laranjinha, do filme Cidade de Deus. Em 2018, lançou o que viria a ser o pré anúncio de sua carreira solo, o single e clipe da música “Egos”, com a protagonista Aretha Alves, conhecida por sua carreira como digital influencer, com roteiro escrito por ele próprio. No escritório, dirige a grife “Interiô”, sua marca de roupas que mescla a cultura de rua e o lado interiorano de Minas Gerais, abusando de trocadilhos em frases e estampas. Por tudo isso, em seu EP “1983”, Mb2 se sente à vontade pra falar de temas como amor, luta racial, superação e, claro, sonhos, a serem vividos e compartilhados, aqui e agora.


“As pessoas e o público que conhecem meu trabalho sabem que sou um MC muito autobiográfico, minhas principais inspirações são as coisas que eu vivo, que estão próximas de mim. Então depois de 20 anos eu estou reproduzindo minha vida na música porque sou um cara que sonha bastante, seja pelas conquistas da luta racial ou por uma fase totalmente nova para mim como agora, em que acabei de ser pai, por isso falo também de amor de pai, da minha família, da minha filha. O Mb2 conta, nesse EP, uma história que é a história do Bebeto aos 36, pai, lutador e sonhador”, comenta o rapper.


O EP “1983” tem ainda participação em estúdio de LeoPac, produtor, beatmaker e rapper, e Deivid Santos, produtor do álbum de estreia do grupo As Bahias e A Cozinha Mineira, além de arranjos do músico Flávio D´Avila.


Disponível na íntegra, “1983” poderá ser ouvido gratuitamente e em primeira mão no Youtube (no canal Mb2 Oficial), e nos próximos dias também nas plataformas Spotify, Deezer e Apple Music (pré-salve pelo link https://bit.ly/EP1983).


Acompanhe todas as novidades de Mb2 e do EP “1983” pelas redes sociais @mb2oficial.


EP “1983” – Lançamento oficial 

Data: dia 1º de julho

Local: canal Mb2 Oficial no Youtube

Ficha técnica:

Mb2 -1983 

Ano: 2020


1 – Salve! – por Nega Gizza (prod. Flávio D’Avila)

2 – Efeito Placebo (prod. LeoPac)

3 – Sino Dourado (prod. LeoPac)

4 – Não Deixe Sua Cor Passar em Branco (prod. LeoPac)

5 – Gênesis 2:18 (part. Nathália Diniz | prod. LeoPac)

6 – Referências (part. Faustinho Beats | prod. LeoPac e Flávio D’Avila)

7 – De Tanto Sentimento (part. Mununu e Tamara Franklin | prod. Deivid Santos)


Gravado em DS Studio – Poços de Caldas/MG

Mixagem e Masterização: LeoPac

Fotos e Capa: Rodrigo Fonseca

Projeto de comunicação: Renan Moreira



Comentarios está fechado.