Artistas de Poços de Caldas são escalados em curta-metragem

Poços de Caldas vem se acostumando a fazer cinema. A cidade, considerada cinematográfica graças a sua beleza paisagística e arquitetônica, constantemente aparece como cenário de produções, especialmente em curtas-metragens. Grupos locais e algumas escolas andam produzindo de maneira independente, fazendo da arte uma ferramenta para a educação, indo além do mero entretenimento. Em 2019, um novo projeto será realizado: Meia-noite na Floresta.

 

Patrocinado pela Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, através da Secretaria Municipal de Cultura, com incentivo cultural da Ouro Mix Concreto Usinado e da Climepe Total, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o filme terá 3 personagens centrais. Selma Mistura e Clisthenis Betti, populares artistas da cidade, especialmente no meio teatral, viverão o casal protagonista, enquanto Fernanda Lemes, dançarina e modelo internacional, dará vida a uma misteriosa dançatriz.

 

Meia-noite na Floresta foi escrito por Marcelo Leme e faz parte de uma sequência de trabalhos que discute formas de violência, como aconteceu no premiado Cão Maior e no recentemente lançado O Sereno Imortal. O filme se passa durante uma madrugada qualquer, no tempo que um pescador embriagado encontra uma jovem solitária no meio de uma floresta. Curioso e ciente da visível fragilidade da menina, busca chamar atenção dela, até o ponto que descobre que ela não é quem imaginava. E que também não está sozinha.

 

Meia-noite na Floresta tem previsão de estreia para dezembro de 2019. Mais informações serão disponibilizadas em breve.

 

Para mais informações, entre em contato: meianoitenafloresta@gmail.com

Comentarios está fechado.

Redes Sociais

Twitter

Parceiros