Como fazer o mapa de mesas do casamento?

Após a decisão da lista de convidados, chega a hora de decidir se vocês querem lugar marcado e, se sim, montar o mapa de mesas do casamento. Para lhe ajudar em mais esta missão, detalhamos aqui as vantagens, como fazer o mapa e os cuidados que devem ser tomados. Confira todas as dicas no texto de hoje.

 

 

O que é o mapa de mesas do casamento?

 

É um documento que indica em qual mesa cada convidado ficará. Em alguns casos, é possível, inclusive definir em qual assento cada convidado sentará.

 

 

Como funciona?

Os noivos definem o mapa e, na hora da recepção, os convidados – à medida em que forem chegando – são encaminhados para os seus respectivos lugares.

 

 

Quais as vantagens de fazer o mapa de mesas do casamento?

 

Entre as vantagens podemos listar:

 

1. Organização

Se os lugares estão marcados, os convidados podem ficar mais tranquilos. Depois da cerimônia, eles não precisam correr para pegar uma mesa pois seus lugares estarão especialmente reservados para eles.

 

2. Evitar constrangimentos

Sabemos que em muitas famílias há certas desavenças. Para não gerar nenhum desconforto, o mapa de mesas pode garantir que estas pessoas não fiquem na mesma mesa nem em mesas próximas.

 

 

Passo a passo de como criar o mapa de mesas do casamento

 

Então, vamos para a parte prática. Como são os noivos que conhecem os convidados, o mapa de mesas do casamento precisa ser feito por vocês. Não dá para delegar essa tarefa, mas dá para facilitar. Por isso, elaboramos um passo a passo para vocês montarem o mapa de forma bem tranquila.

 

1. Quantidade de pessoas por mesa

Em primeiro lugar, defina quantas cadeiras cada mesa terá. O mais comum é de 8 a 10. Tudo depende do tamanho do seu espaço e da quantidade de convidados que você terá. Se é um espaço muito grande e a quantidade de convidados é pequena, é interessante montar mesas com menos pessoas, para ter mais mesas no salão preenchendo o espaço. O inverso também é verdadeiro.

 

2. Pegue a lista de confirmações de presença

Só vale fazer disposição das mesas com os convidados confirmados. Então, pegue no site ou com a cerimonial os nomes de quem confirmou presença. Uma dica é fazer o mapa só depois da data limite para a confirmação de presença e só depois de fazer a confirmação ativa daqueles que não responderam. Dessa forma, você evita retrabalho.

 

3. Hora de desenhar

Você pode fazer uma lista direto, mas com um desenho do salão e a disposição das mesas, fica mais fácil visualizar onde ficará cada mesa e cada convidado. Pode ser um esboço mesmo. Não precisa ser nada profissional. Com as mesas e o salão desenhados num papel bem grande – pode ser um A3 ou uma cartolina -, escreva o nome de cada convidado em pequenos papéis autocolantes. Agora começa a brincadeira. Vá – aos poucos – dispondo cada papel em sua respectiva mesa e fazendo as adaptações à medida que for preciso. Se você for mais digital, pode fazer esse desenho no computador mesmo.

 

4. Comece pelas restrições

É comum olhar para o mapa e para os papéis e não saber por onde começar. Por isso, a dica é começar pelos convidados que precisam de uma atenção especial. Primeiro, deixe cadeirantes, idosos e gestantes perto do acesso para os sanitários. Assim, eles terão mais comodidade. Em seguida, coloque os familiares e amigos próximos deles. Depois, parta para as desavenças e garanta que eles fiquem em mesas separadas. Por fim, distribua os outros convidados de acordo com grau de proximidade.

 

5. Familiares muito próximos e padrinhos

Por padrão, os pais sentam na mesma mesa que os noivos, mas pode haver variações. Vocês podem ter uma mesa só para vocês e podem colocar os pais na mesa ao lado. Ou podem optar por sentar com eles, mas colocar familiares muito próximos e padrinhos nas mesas ao lado. Ou, então, fazer uma mesa grande com pais e padrinhos.

 

6. Documente

Por fim, faça uma lista com os números das mesas e os nomes que sentarão em cada uma para que o cerimonial possa ajudar os convidados a encontrarem seus assentos.

 

7. Espaço de recepção

Por fim, lembre-se da importância de escolher um espaço para a recepção que comporte confortavelmente os convidados enquanto os que chegaram primeiro são encaminhados para as suas mesas.

 

Matéria envida pela Casa Sales. Além dos cerca de 1.500m2 construídos de um salão térreo e um salão mezanino, numa área total de 6.000m2, o espaço conta com uma capela ecumênica belíssima que fica aos pés da Serra de São Domingos. A combinação das linhas geométricas e brancas da capela com a beleza natural e verde da serra torna o ambiente mágico e único para receber o grande dia do casal.

 

 

 

Comentarios está fechado.

Redes Sociais

Twitter

Parceiros