Fornecedor de casamento: Fique de olho nos contratos


Ao pensar em casamento, nos detalhes do grande dia, nos sorrisos e na celebração, é pouco provável que alguém associe este momento com burocracia, contratos e formalidades. No entanto, é essencial não só fazer questão de ter contrato com cada fornecedor de casamento como ler com muita atenção cada detalhe do mesmo.

Essa atividade pode ser pouco atrativa para quem está focado na parte incrível e bonita do casamento, mas é ela que pode garantir a tranquilidade dos noivos e dos convidados antes, durante e após o casamento. Confira, no texto de hoje, as dicas de cuidados para assinar um contrato com um fornecedor de casamento.

Para que servem os contratos?

Os contratos servem como um vínculo jurídico entre uma parte que contrata e a outra que é contratada. Trata-se de um documento com força jurídica na qual as partes combinam quais são os direitos e deveres de cada uma. É aquela história de que o combinado não sai caro. A ideia é que fique ali descrito – e assinado por ambas as partes – o que cada parte deve cumprir. O objetivo é que – caso alguém descumpra a sua parte – o outro possa recorrer pelos seus direitos na justiça.

Você já deve ter visto histórias – na televisão ou de amigos – que contrataram um fornecedor para executar determinado serviço numa festa e deram para trás. Talvez no dia da festa não houve muito que eles pudessem fazer e tiveram que improvisar. No entanto, após a confusão, se eles tiverem o contrato assinado pela empresa, poderão recorrer na justiça pelos danos que sofreram e terem as suas indenizações.

Veja, sem o contrato, nada disso seria possível. O contratante ficaria com um problema para resolver no dia da festa e não poderia reclamar por indenização na justiça. Esse é o valor do contrato. Garantir o seu direito.

Cuidados ao assinar um contrato com um fornecedor de casamento

Confira quais os cuidados que você deve tomar ao assinar um contrato com um fornecedor de casamento.

1. Tudo em contrato

Pode acontecer de você ter um contrato que cita partes do que foi combinado. Não aceite. Faça questão de que absolutamente tudo que for combinado, esteja em contrato. Além disso, documente por escrito toda a comunicação realizada com o fornecedor de casamento.

2. Horário

Certifique-se de que esteja em contrato o horário de início e término da jornada de trabalho do fornecedor de casamento no seu grande dia. Isso vale não só para o horário que ele estará presente no seu casamento, mas também realizando a montagem e a desmontagem. Se eles colocarem em contrato que vão encerrar suas atividades às 02h e ainda houver convidados na festa, pode ser que a festa acabe antes da hora. Se eles tiverem um horário estipulado, mas a possibilidade de estender o horário mediante o pagamento de uma taxa extra, isso terá que estar em contrato também. 

3. Itens adicionais

Uma luminária extra, um banco adicional, um gerador, um profissional auxiliar ou outros itens que o fornecedor de casamento combinar com você em conversa informal, reunião ou proposta que oferecerá para você no seu grande dia, peça que esteja detalhado em contrato também. Às vezes, na empolgação de fechar um contrato o fornecedor de casamento, pode prometer coisas que esquece de cumprir depois. Pode nem ser por maldade, mas puro esquecimento mesmo. Colocando tudo em contrato, você garante que o que combinou.

4. Prazos

Um clássico de casamentos é fornecedor que demora para entregar o seu produto final. É o caso especialmente de fotógrafos e vídeo makers. Coloque em contrato a data da entrega final para não esquentar a cabeça com isso depois.

5. Peça ajuda

Se vocês não se sentirem 100% seguros para assinar o contrato, peçam ajuda. Pode ser de um amigo ou familiar de confiança ou até mesmo de uma assessoria jurídica especializada na área. O importante é vocês ficarem tranquilos com a contratação.
 

Como vimos, é importante ter muito cuidado na hora de assinar um contrato. Afinal, ele a protege juridicamente e permite que você recorra à justiça para pedir uma indenização, se for o caso. No entanto, sabemos que o evento não volta.

Se você tiver um problema com um fornecedor de casamento no grande dia, poderá recorrer à justiça, mas o seu grande dia não voltará. Por isso, é importante saber acertar na escolha do fornecedor de casamento.

Fonte: Casa Sales

Comentarios está fechado.