Igreja de São Benedito é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural de Poços

O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Poços de Caldas (CONDEPHACT-PC) acaba de divulgar o tombamento da Igreja de São Benedito, como bem cultural e histórico do município.

“Em outubro de 2020 já havíamos registrado a Festa de São Benedito como bem imaterial, e agora, o tombamento da Igreja assegura ainda mais a preservação da nossa história, já que é na Igreja que ocorrem as manifestações culturais da festa”, explicou Lícia Perote de Almeida, arquiteta da divisão de Patrimônio Construído e Tombado, da Secretaria Municipal de Planejamento.

O tombamento garante que a festa continue sendo realizada na Igreja que foi concluída em 1926 e tem importante valor simbólico para os Ternos de Congo e Caiapós, valor afetivo para a comunidade local de devotos, para a comunidade católica em geral, especialmente para a Irmandade de São Benedito fundada em 1914.

Além disso, o terreno onde se ergueu o imóvel foi doado pelo Coronel Agostinho Junqueira por sua inabalável fé a São Benedito e a igreja foi construída com a ajuda de voluntários católicos tornando o valor da edificação inestimável para o município.

Todas as organizações vinculadas à igreja, à festa, centros culturais e o poder público receberão a notificação sobre o tombamento. Qualquer intervenção no Bem Tombado, deve passar pela análise e aprovação do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Poços de Caldas.

Comentarios está fechado.