IMS Poços e ONG Casa da Árvore promovem oficina de cartografia inspirada na exposição sobre Antonio Candido

Criar um mapa é uma forma de contar histórias e ao mesmo tempo refletir sobre nosso espaço. Pensando nisso a equipe pedagógica do ONG Casa da Árvore desenvolveu, através do programa BiblioArte LAB de inovação em práticas de leitura, a oficina Mapeando hiper-histórias na exposição de Antonio Candido. “O desafio desta atividade é criar um mapa interativo juntando memórias de lugares que gostamos na cidade, histórias que escutamos por aí e até mesmo tramas inventadas pelas ruas, praças e quintais”, adiantou o design de inovação social da ONG, Aluísio Cavalcante.

Uma brincadeira inspirada na exposição Antonio Candido em Poços de Caldas, em cartaz no Instituto Moreira Salles na cidade sul-mineira, e desenvolvida especialmente para a programação férias do Instituto. A realização é uma parceria entre as equipes de educação das duas organizações e acontece no próximo dia 9 de janeiro (quinta-feira), às 14h, no IMS Poços. A atividade é gratuita e, para participar, é preciso fazer inscrição prévia no site Eventbrite (http://bit.ly/2MI2Jxb), a partir de 2 de janeiro. A oficina é indicada para maiores de 10 anos e crianças devem ser acompanhadas por responsáveis.


Sobre a exposição “Antonio Candido em Poços de Caldas”
A exposição Antonio Candido em Poços de Caldas apresenta parte do acervo pessoal do professor, sociólogo e crítico literário Antonio Candido (1918-2017), recentemente doado pela família ao Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB-USP). As fotografias revelam um pouco de sua relação com a cidade – onde viveu de 1930 a 1936, por conta das atividades profissionais do pai, e onde manteve a casa da família, até 1989, e uma profunda ligação afetiva por toda a vida – em três momentos: a infância, a juventude e a vida madura. Completam a exposição documentos de antepassados e de amigos – ofícios do serviço de águas termais, cartas e postais – além de algumas primeiras edições de seus livros, como Parceiros do Rio Bonito e Formação da Literatura Brasileira.

Sobre o BiblioArte LAB
O BiblioArte LAB é o programa de inovação em formação de leitores e práticas de leitura desenvolvido pela ONG Casa da Árvore em Poços de Caldas, que integrou o Programa Ibero-americano de biblioteca da Unesco, Iberbiblioteca (Cerlalc). A iniciativa colocou as bibliotecas mineiras no mapa internacional da inovação, foi finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio IPL – Retratos da Leitura no Brasil. Pelo conjunto de ações desenvolvidas em prol da formação de leitores do século XXI a ONG também recebeu o Prêmio Péter Muraniy de Educação , Prêmio FBB de Tecnologia Social e é uma das 178 organizações brasileiras com a certificação de Inovação e Criatividade na Educação Básica (Mec / Ashoka).

Comentarios está fechado.