IMS Poços recebe Mostra de Cinema com exibição gratuita de sete documentários

Uma parceria entre o Festival de Inovação e Impacto Social (FIIS) e o Instituto Moreira Salles de Poços de Caldas (IMS Poços) resultou na promoção da Mostra de Cinema FIIS, com a exibição gratuita de sete documentários nos dias 3, 4 e 6 de novembro.

 

Entre curtas e longas-metragens, as produções nacionais destacam diferentes temas, como consumismo e obesidade infantil, educação, questões sociais, política e direitos humanos.

 

No sábado (3), primeiro dia da mostra, três filmes serão projetados entre 13 horas e 17h30. Em “Criança, A Alma do Negócio”, a cineasta Estela Renner faz uma crítica a publicidade sem ética ou sem regulamentação que influencia o consumo exagerado na infância. Em seguida, às 14h30, é a vez de “Tarja Branca”, de Cacau Rhoden, documentário sobre a importância do brincar na formação social, intelectual e afetiva e como a brincadeira reflete no comportamento da pessoa adulta. O filme “Nunca me Sonharam”, também dirigido por Cacau e exibido às 16 horas, mostra os desafios e as expectativas de quem vive a realidade do ensino médio nas escolas públicas brasileiras.

 

Já no domingo (4), às 13h30, o destaque é “Casamento Infantil”, curta de Raphael Erichsen que revela um dado preocupante: o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking global de casamento infantil. Durante 24 minutos, pesquisadores e cientistas sociais discutem o impacto que o matrimônio precoce causa na vida de crianças e adolescentes, como a jovem Marília, de 15 anos, uma das personagens reais da produção. Na sequência será projetado “Terreiros de Brincar”, trabalho de David Reeks e Renata Meirelles que retrata a participação de crianças em vários grupos de manifestações populares e culturais em diferentes regiões do País.

 

O último dia da Mostra de Cinema FIIS, que será na terça, 6 de novembro, aniversário de Poços de Caldas, reserva a exibição de outros dois documentários. O primeiro deles, às 13 horas, é “O começo da Vida”, de Estela Renner, longa que retrata a ligação da combinação genética de um bebê com a qualidade das relações que desenvolve e do ambiente em que está inserido.

 

O segundo, às 15 horas, “Muito Além do Peso”, também de Estela, é sobre a responsabilidade dos pais, do governo, das escolas e das indústrias quando o assunto é obesidade infantil. O filme mostra a realidade do Brasil e provoca uma autocrítica quanto aos próprios hábitos alimentares dos espectadores.

 

O Instituto Moreira Salles de Poços de Caldas fica na rua Teresópolis, 90 – Jardim dos Estados, próximo ao centro da cidade. A programação completa do Festival de Inovação e Impacto Social está disponível em www.folha.com/fiis.

 

FESTIVAL DE INOVAÇÃO E IMPACTO SOCIAL (FIIS)

O FIIS nasce da união da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais e do Prêmio Empreendedor Social, iniciativas da Folha de S.Paulo, com a Turma do Bem – maior rede de voluntariado especializado do mundo. Em Poços de Caldas, Minas Gerais, o festival reunirá – de 2 a 7 de novembro – empreendedores e realizadores sociais; gestores de ONGs; captadores de recursos; investidores; estudantes e acadêmicos; comunicadores; inspiradores; creators e social makers; agentes públicos; gestores da iniciativa privada; artistas engajados; e dentistas do bem. www.folha.com/fiis

 

REDE FOLHA DE EMPREENDEDORES SOCIOAMBIENTAIS

Com interface internacional da Rede Schwab para o Empreendedorismo Social – iniciativa irmã do Fórum Econômico Mundial – a Rede Folha de Empreendedores Socioambientais conta com 100 líderes de 92 iniciativas; empreendedores finalistas e vencedores do Prêmio Empreendedor Social e Prêmio Empreendedor Social de Futuro, que tem uma trajetória de 15 anos no Brasil em parceria com o jornal Folha de S.Paulo.

 

TURMA DO BEM

Fundada por Fábio Bibancos, a Turma do Bem é a maior rede de voluntariado especializado do mundo, com mais de 17 mil dentistas atuando em 14 países. Com o projetoDentista do Bem, a organização oferece atendimento odontológico gratuito à população de baixa renda em condição de vulnerabilidade social e com graves problemas bucais: jovens de 11 a 18 anos. No projeto Apolônias do Bem, atendem mulheres vítimas de violência doméstica. Com a expansão internacional da TdB, foi criado o prêmio Melhor Dentista do Mundo, para reconhecer o profissional que mais fez pelo próprio município, ou seja, além de atender a jovens e crianças, fez a diferença na sua cidade e região, conquistando mudanças nas políticas públicas, espaços na imprensa, divulgações do projeto e o aumento de parcerias e voluntários.

 

Em 16 anos, a Turma do Bem impactou mais de 70 mil jovens e 1.000 mulheres. A proposta da organização é promover a inclusão social por meio do sorriso, oferecendo não só tratamentos odontológicos e ortodônticos  mas o resgate da autoestima e a possibilidade de uma vida plena. Estima-se A Turma do Bem tem um modelo inovador de gestão, baseado no voluntariado, caracterizado pela fácil reprodução e pelo baixo custo para a organização. Por seus projetos, a OSCIP conquistou, em 2016, o Prêmio Empreendedor Social – conduzido pela Folha de S. Paulo e Fundação Schwab. Com o reconhecimento, Fábio Bibancos, fundador e presidente-voluntário, tornou-se fellowda Ashoka. A TdB conta com reconhecimento da Organização das Nações Unidas e foi escolhida pela fundação filantrópica Epic Foundation para integrar o primeiro portfólio de instituições que investem em alto impacto social. Em 2017, foi eleita umas das 100 Melhores ONGs do Brasil, pela Revista Época e Instituto Doar.www.turmadobem.org.br

Comentarios está fechado.

Redes Sociais

Twitter

Parceiros