Lives do Arte Ziriguidum trazem bate-papos sobre a exposição ‘Produto Disruptivo’

O Arte Ziriguidum realiza nesta semana duas lives sobre a exposição ‘Produto Disruptivo’, da artista plástica Dalmoni Lydijusse. Ambas estão marcadas para às 20h, com transmissão pelo Instagram @arteziriguidum.  

Na quarta-feira (5), Maria José de Souza, a Tita, pesquisadora na área de humanas, com um importante trabalho para cidade de Poços de Caldas, é a convidada de Dalmoni. Já na quinta-feira (6), quem vem para o bate-papo é o estudante de arquitetura Rafael Zanetti. Pessoas muito especiais, que a seu modo, têm um jeito disruptivo de viver a vida.  

Dalmoni conta que começou a “pensar essas paredes, os retratos, as pessoas que gostaria de convidar… Porque tem que ser pessoas que têm a ver comigo… O que elas me disserem… No caso, elas vão dizer pro mundo também”.

A ideia das lives é apresentar para os amigos do Arte Ziriguidum e público em geral, detalhes sobre o processo de produção da exposição, além de divulgar a voz singular que existe no trabalho dessas pessoas convidadas. É um tempo para convidar as pessoas a visitarem o espaço, que, devido à pandemia, não teve qualquer trabalho exposto há mais de um ano.

Os Convidados  
Maria José de SouzaTita, nasceu em Poços de Caldas no ano de 1939. É pesquisadora na área de humanas com três livros publicados. Foi vereadora de 2000 – 2004. Educadora no Colégio Municipal Doutor José Vargas de Souza e na Autarquia Municipal de Ensino. Aposentada, está em fase final de mais dois livros: ‘Memórias do Chico Rei, Entidade que Agrega Negros’ e A História da Umbanda em Poços de Caldas’.  

“Eu escolhi a Tita… Ela me viu nascer e tem uma importância ímpar pra minha pintura. Uma vez ela me disse, eu tinha seis anos: ‘– Você faz o que sua professora manda. Não é você quem faz. Quem faz, é a sua professora.’ Ah, eu fiquei muito brava. E fiz um quadro pra ela. Ela sabia como provocar… Muitos anos depois a Tita me deu este quadro de volta. Essa pintura foi pro meu quarto para eu me lembrar da espontaneidade que havia perdido”, relembra Dalmoni.  

Rafael Zanetti de Souza, nascido e criado em Poços de Caldas é um jovem de 22 anos, amante da cultura brasileira e aspirante a arquiteto que almeja um mundo com menos injustiças sociais. Militante pelos direitos humanos em especial a causa LGBTQIA+, sonha com uma sociedade mais livre e que saiba conviver em harmonia apesar das diferenças, não aceita nenhum tipo de discriminação e espera poder contribuir para um futuro mais empático, solidário e amoroso.  

“Desde que Rafael chegou no Arte Ziriguidum aprendi tanto. Até sobre a coragem de bancar quem se é. Coisa que vivemos nós, toda gente. Como consigo ser eu mesma diante do mundo. Toda gente passa por isso”, comenta a artista.

A Exposição  
Entre os dias 13 de maio a 13 de julho de 2021, a exposição Produto Disruptivo estará aberta ao público, com entrada gratuita mediante agendamento com horário marcado, devido às medidas de combate e prevenção à Covid-19.  

O trabalho exibe a fase criativa da artista plástica Dalmoni Lydijusse neste momento de retomada ao seu processo de criação, absorvido nos últimos tempos pela rotina de aulas e intermediação dos processos de outros. A curadoria é da arquiteta urbanista Esther Cervini

Na proposta, a artista se utiliza do termo disruptivo, que normalmente ligado à área da inovação e tecnologia, para fazer referência às pessoas disruptivas, aquelas capazes de propor inovações em patamares totalmente diferentes, especialmente para sua vida, seu trabalho e para a sociedade.  

Assim, é apresentado ao público uma experiência subjetiva da imaginação, expondo nove retratos em pinturas criadas pela artista plástica, e também nove textos escritos por cada uma das nove pessoas retratadas. A partir do encontro de duas linguagens, a imagem, mais o texto, a obra está oferecendo um enigma. Que relação existe entre a forma e o que dizem as palavras. 

A produção do Arte Ziriguidum conta com apoio da Carvalho Agência Cultural e está sendo executada com recursos da Lei Aldir Blanc no âmbito do estado de Minas Gerais, através do edital de ‘Seleção de Espaços Culturais de Apresentação Artística’, viabilizado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e do Governo Federal, através da Secretaria Especial da Cultura / Ministério do Turismo.  

Comentarios está fechado.