Música instrumental é destaque na programação da MIA Encontros desta quinta-feira

A Mostra Integrada de Artes (MIA), em parceria com o New York Pub, prepara uma noite especial para valorização da música instrumental, nesta quinta-feira, 26 de novembro.

O tradicional pub abre as suas portas a partir das 18 horas, com entrada gratuita e sujeita à lotação. Medidas de segurança sanitária e protocolos de distanciamento social vigentes serão seguidos.

Os shows terão início às 19h30, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do NYP e da MIA (Facebook e Youtube). Conheça as atrações: 

Duo Faria-Batiston + Tom Zé Bortoloto 
O duo formado por Leonardo Faria (flauta) e André Batiston (violão) prepara um repertório de de clássicos do choro, com participação especial de Tom Zé Bortoloto (percussão). Os músicos são professores do Conservatório Musical de Poços de Caldas e grandes expoentes da vertente instrumental na cidade. 

Quarteto Abaré 
Formado por Henrique Perina (guitarra), Eduardo Barbosa (baixo), Fabinho Guido (bateria) e Marco Aurélio Martins (trompete). Os músicos, que se conheceram no Conservatório de Tatuí, grande referência na formação de inúmeros profissionais no Brasil, há alguns se juntaram com a proposta de desenvolver estudos e trabalhos voltados para a música instrumental nos seus inúmeros gêneros e estilos. Para a MIA preparam um repertório com clássicos da música instrumental e ainda algumas composições autorais. 

Eduardo Sueitt e Convidados 
O baterista Eduardo Sueitt foi consagrado como um dos vencedores do XVII Prêmio BDMG Instrumental e já dividiu o palco com grandes nomes da música. É professor do Conservatório Musical de Poços de Caldas e atualmente está em fase de produção do seu novo trabalho autoral. Para o palco do NYP convida os músicos Dô de Carvalho (flauta/sax), João Paulo Gonçalves (guitarra) e Ramon Del Pino (baixo) para um show pautado na música instrumental brasileira e divulgação do seu trabalho autoral. 

Paulo Tothy 
Curioso e desbravador das profundezas do Spotify, Tothy promete uma playlist bem brasileira, resgatando antigos clássicos da MPB e músicas não tão conhecidas assim, criando também intervenções de Música do Mundo que dialoguem com a nossa canção popular e com a música instrumental. 

MIA Encontros é o primeiro evento híbrido da Mostra Integrada de Artes e pretende ser uma ponte para o fomento da arte e da cultura de Poços e região. 

“Em setembro fizemos parceria com esses três grupos e realizamos lives em dias diferentes nas nossas redes sociais, com a ideia de divulgar tanto as ações da MIA quanto os projetos individualmente, já que as apresentações em espaços públicos foram inviabilizadas devido à pandemia. Conversamos e achamos que seria interessante fortalecer a proposta de um evento híbrido, onde os músicos pudessem se reunir para uma apresentação pautada na valorização da música instrumental, se apresentando para o público e, ao mesmo tempo, transmitir ao vivo para quem quiser acompanhar de casa. Acreditamos no potencial da iniciativa para fomentar a cadeia produtiva da cultura e se tornar uma ação inovadora dentro da programação da Mostra, já que este será a primeira vez que a maioria dos músicos voltam a se apresentar em eventos presenciais”, comenta Chiara Carvalho, diretora da MIA. 

A ação é realizada em parceria com projetos viabilizados pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura que estão sob a produção da Carvalho Agência Cultural, idealizadora da MIA, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Poços de Caldas.



Comentarios está fechado.