Música Instrumental no Parque retoma ações neste domingo

Está programado para este domingo (3), o retorno das atividades do projeto ‘Música Instrumental no Parque’. As apresentações acontecem no Parque Municipal Antonio Molinari, a partir das 15 horas.

Para esta edição, a convidada é a instrumentista, compositora e arranjadora, Mariana Zwarg (saxofone e flauta), que prepara um repertório autoral e se apresenta acompanhada dos músicos Eduardo Sueitt (bateria) e seus parceiros de palco Paulio Celé (guitarra) e Sá Reston (baixo). Também serão apresentadas obras de Hermeto Pachoal e Itibere Zwarg.

A abertura fica por conta do Duo Faria-Batiston, formado pelos músicos poços-caldenses Leonardo Faria (flauta) e André Batiston (violão), com participação de Tom Zé Bortoloto (percussão), que apresentarão clássicos do choro, um dos mais importantes gêneros da música instrumental brasileira.

Além disso, IsaDBob traz uma discotecagem interativa, que passeia pela obra de grandes nomes da música brasileira.

O projeto, que ganhou o gosto popular, tem como objetivo promover a valorização e a divulgação da música instrumental nos seus inúmeros gêneros e estilos, dando destaque para obras autorais dos artistas que se apresentam.

Tendo em vista as medidas sanitárias ainda vigentes em Poços de Caldas, é obrigatório o uso de máscaras, distanciamento social de 1,5m entre as pessoas, e que o público permaneça sentado – o que já acontecia nas edições anteriores, e um dos motivos para que o projeto fosse autorizado a acontecer.

Em caso de chuva, os shows serão transferidos para o Teatro Benigno Gaiga, no Espaço Cultural da Urca, às 20h, com entrada gratuita, mas sujeita à lotação de 150 pessoas, por ordem de chegada.

Segundo a idealizadora do evento, Chiara Carvalho, “esta é uma proposta bem especial que acontece desde 2016 em Poços de Caldas, mas teve suas edições suspensas devido à pandemia e as restrições vigentes no período. Com a chegada da vacina e os novos decretos que flexibilizaram as autorizações para a realização de eventos, este será o primeiro projeto cultural a retomar as atividades presenciais em espaços públicos na cidade, e estamos muito felizes com essa oportunidade. Queremos cada vez mais ocupar os espaços e provocar o público para conhecer mais sobre a música instrumental brasileira, e também instigar o setor cultural como um todo para que artistas e produtores busquem alternativas para seus projetos voltarem a acontecer de forma segura e com a presença das pessoas”.

Viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, tem como incentivador cultural a empresa Ouromix Concreto Usinado, além do apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, com direção de Chiara Carvalho, responsável pela Carvalho Agência Cultural. Para saber mais acompanhe as redes sociais @carvalhoagenciacultural.

Comentarios está fechado.