Passados e futuros das culturas negras de Poços de Caldas: instrumentos e a música na Congada


Como parte do Festival Poços Curta em Casa, projeto do jovem congadeiro, Renato Felipe estreia nesta semana, sendo fruto das políticas emergenciais da cultura, com participação de Tiago de Paula e Pedro César.

Proposta audiovisual artística aborda memória familiar congadeira e novos rumos oferecidos pelas juventudes ao darem continuidade ao saberes de seus antepassados.

O material vai ao ar no dia 29 de Julho às 19h, e é concebido enquanto uma ação voltada ao segmento da cultura popular congadeira de Poços de Caldas, com foco principalmente no conhecimento musical que envolve a congada na cidade e as trajetórias afetivas e individuais que as compõem. O projeto traz para o vídeo leituras juvenis sobre a história, os ritmos, os ensinamentos, a transmissão de conhecimento, a prática com os instrumentos, cantos e rezas que compõe a sonoridade congadeira.

O projeto entende que manifestações congadeiras são parte das heranças de matrizes ancestrais negras do município e que, enquanto organizações de resistência, necessitam de ações de valorização do seu arcabouço de saberes.

Ficha técnica:

Artista e proponente: Renato Felipe Pereira dos Santos

Artistas participantes: Pedro César, Tiago de Paula Pereira

Captação e edição: Brisa Carvalho

Produção: Gabriela Acerbi Pereira

Colaboração e participação: Clécios



Comentarios está fechado.