Poços CVB apoia a adesão ao Selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, em Poços de Caldas

Com o objetivo de preparar a cadeia produtiva do turismo para o retorno gradual das atividades, o Ministério do Turismo (MTur) lançou o selo “Turismo Responsável – limpo e seguro”, para empresas do setor que estejam dispostas a seguir protocolos de higienização no combate à Covid-19.

O Poços de Caldas Convention & Visitors Bureau, que desde o início da pandemia tem apoiado o setor de turismo com uma série de ações para fortalecimento do trade e a retomada segura das atividades turísticas em Poços de Caldas, apoia os prestadores de serviços turísticos da cidade a solicitarem o selo, processo que é gratuito e pode ser iniciado no site do MTur.

A presidente do Poços CVB, Siomara Bonafé, comenta que “o retorno gradual do turismo em Poços de Caldas tem se dado em consonância com os protocolos e diretrizes do Minas Consciente, plano criado pelo Governo do Estado de Minas Gerais para orientar a retomada das atividades econômicas de forma segura, além das diretrizes do MTur e de boas práticas estabelecidos em outros destinos do Brasil e do mundo, e incentivar os prestadores de serviços turísticos da cidade para aderirem ao selo Turismo Responsável é muito importante, já que garante a certificação de Poços de Caldas como destino seguro para viagens, lazer, descanso e diversão.”

O Poços CVB tem mantido constante diálogo com o poder público, especialmente a Secretaria Municipal de Turismo e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e com diversas entidades da cidade, como a Associação de Bares e Restaurantes (ABRE), Associação Comercial (ACIA), Sindicato de Hotéis, Sebrae, além de ter participação ativa no Conselho Municipal de Turismo e fazer parte da Unedestinos (União Nacional dos CVBs e Entidades de Destinos). A entidade também integra o Comitê Econômico e é a responsável pela coordenação do eixo turismo no Comitê da Retomada Econômica.

Podem solicitar o selo agências de turismo, meios de hospedagem, transportadoras turísticas, guias de turismo, restaurantes, cafeterias, bares e similares, organizadoras de eventos, prestadores de infraestrutura de apoio para eventos, locadoras de veículos para turistas, acampamentos turísticos, parques aquáticos e empreendimentos de lazer, centro de convenções, parques temáticos, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística.

Para solicitar o selo, o prestador deve acessar o site http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). A impressão poderá ser feita pelo site; o selo deve ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional.

Comentarios está fechado.