Poços de Caldas completa 149 anos e implanta Rede Integrada de Proteção ao Turismo

Ao completar 149 anos de fundação neste sábado, a cidade de Poços de Caldas dá de presente para a população a implantação da Rede Integrada de Proteção ao Turismo. A iniciativa integra a Polícia Militar de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e a Prefeitura do município, além da cadeia produtiva do turismo e a comunidade em geral para promover a segurança pública, a cultura e o turismo, e assim estimular a geração de emprego e renda na cidade.

Para a implantação da rede, o município precisou cumprir alguns critérios técnicos: ser um município turístico; integrar a Política de Regionalização da Secult; possuir Conselho Municipal de Turismo ativo e estar cadastrada na Plataforma Integrada do Turismo. Poços segue todos os parâmetros exigidos e a implantação oficial ocorre às 17h30 deste sábado (06), no Parque José Affonso Junqueira. Na oportunidade, a solenidade contará com representantes do poder público municipal, do Governo do Estado de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e da Polícia Militar de Minas Gerais.

A Rede Integrada de Proteção ao Turismo é mais uma ação do Programa Reviva Turismo. Dentre as atividades do projeto estão a capacitação dos atores envolvidos, identificação de pontos frágeis pela PM, em conjunto com a comunidade, instalação de placas de sinalização, além de outras condutas para a melhoria da segurança e da qualidade de vida da população.

Um dos atrativos da inauguração da Rede será o início da operação de uma viatura especial de Policiamento Turístico, um Chevrolet modelo Camaro SS. O veículo foi apreendido em operação de combate ao tráfico de drogas, cedido à Polícia Militar, em uma parceria com o Poder Judiciário e o Ministério Público. O automóvel agora servirá à comunidade e aos turistas em Poços de Caldas, além de potencializar a ostensividade e presença policial nos principais pontos turísticos da cidade.

Segundo o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, a parceria com a PMMG garante a manutenção da segurança, não só para os habitantes das cidades mineiras, como também os visitantes. “Temos no momento questões muito importantes no turismo, como a segurança sanitária e a segurança pública. Os destinos com mais segurança tendem, segundo estudos, a ter mais visitantes. Então a nossa parceria com a Polícia Militar visa isso: estabelecer um projeto de segurança física para além da segurança sanitária que se tornou imperativa em tempos de pandemia. Essa união é estratégica no sentindo de promover um destino seguro. Unir cultura, turismo e PM, para proteger os cidadãos, os eventos, os visitantes. Isso é de extrema importância para a imagem global de Minas como um destino seguro”, afirmou.

Já o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, ressalta importância da criação da Rede. “É muito importante para o município e também para toda a região, que haja a implantação da Rede Integrada de Proteção. É uma forma de garantir a segurança de quem visita Poços e até mesmo em aumentar ainda mais o zelo por cada ponto da cidade, em parceria com as autoridades,” comentou.

“A implantação da Rede Integrada de proteção ao Turismo na cidade de Poços de Caldas reforça ainda mais a parceria firmada entre a Polícia de Minas Gerais e a Secult. A retomada do turismo no estado é uma realidade e fortalecer a segurança nos destinos turísticos é fundamental. Segundo dados do Ministério da Justiça, Minas Gerais é o estado mais seguro do Brasil. Então, para que possamos alavancar o turismo em nosso estado, temos que unir esforços. Por isso, é uma honra fazermos o lançamento da Rede de Integrada de proteção ao Turismo em Poços, cidade que respira cultura e turismo”, destacou o comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues.

Comentarios está fechado.